16/07/2018 Agemed esclarece: Direção Fiscal não é Intervenção Fiscal

Post-Melhor-de-SC_aprovado

 

No início de junho, noticiou-se sobre a resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que determina o regime de Direção Fiscal para a Agemed. Contudo, alguns veículos de comunicação se equivocaram ao afirmar que se trata de uma Intervenção.

Com Direção Fiscal, ANS entenderá finanças da Agemed

A Direção Fiscal é o acompanhamento in loco da situação econômico-financeira da operadora. O diretor fiscal é um profissional nomeado pela ANS que não possui poderes de gestão. Durante esse período, a operadora funciona normalmente, sob responsabilidade de sua diretoria, com atendimento normal aos beneficiários.

A Agemed acredita que o processo de Direção Fiscal possibilitará o melhor entendimento, pela Agência Reguladora, dos processos e procedimentos adotados pela operadora em período de grande crescimento. A empresa presta todas as informações à equipe de auditoria e mantém o compromisso com seus clientes e beneficiários.

A operadora conta com a confiança dos clientes, prestadores e colaboradores, pelos 20 anos de trabalho em prol de uma qualidade de vida completa.